quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Removendo mensagem de Unsupported Hardware

Hoje a postagem é a primeira com conteúdo de Linux, não que eu vá começar uma série de posts sobre esse sistema operacional, mas é porque me ocorreu alguns problemas e percebi que é um pouco comum dele ocorrer mas as informações estão em inglês na internet. 
Tenho um Netbook Acer Aspire One com dual boot (Windows 7 + Ubuntu 11.10), mas faz 2 dias que começei a ter prolemas com o boot no Linux, pois o sistema travava na inicialização, depois de horas de pesquisa atualizei o driver de vídeo mas começou a aparecer uma mensagem em marca d'água no canto inferior direito da tela dizendo "AMD Unsupported Hardware", precisava remover aquilo sem remover o driver. 
Depois de muito pesquisar encontrei em uma página a solução, estava muito resumida, mas vou colocar o passo a passo:
1º) Abra o editor de texto "gedit", copie o código a seguir e cole no editor:
#!/bin/sh
DRIVER=/usr/lib/fglrx/xorg/modules/drivers/fglrx_drv.so
for x in $(objdump -d $DRIVER|awk '/call/&&/EnableLogo/{print "\\x"$2"\\x"$3"\\x"$4"\\x"$5"\\x"$6}'); do
sed -i "s/$x/\x90\x90\x90\x90\x90/g" $DRIVER
done
2º) Salve na sua pasta pessoal com a extensão ".sh". No meu caso, salvei como "fixwatermark.sh".
3º) Feche o gedit e abra o terminal, e execute o seguinte comando:
chmod +x fixwatermark.sh
Esse comando irá transformar o arquivo em executável.
4º) Depois de executado a linha de comando anterior, digite:
sudo ./fixwatermark.sh
Aqui será "rodado" o script que irá remover a marca d'água da tela.
Nesse ponto o terminal não mostra nada durante uns instantes (levou cerca de 1 minuto para terminar de rodar o comando). Quando terminar a marca d'água ainda estará na tela, mas é só reiniciar o computador e pronto! A marca d'água desapareceu.
Um abraço e até a próxima pessoal.
Fonte:

sábado, 14 de janeiro de 2012

O Robô - até que em fim!

Bom, vamos lá, agora vou falar sobre o robô, sua estrutura, como falado no post anterior, é feita de palitos de picolé e alguns palitos de churrasco!!, decidi fazer assim porque são mais leves que os outros materiais que possuo e assim conseguiria que "sobrasse" mais potência dando ao veículo maior agilidade. 
Algumas alterações ainda serão feitas como aumentar o número de LEDs da iluminação, colocar uma camêra sem fio para transmissão do video e também a adição de um sensor de temperatura na Ponte H permitindo que o próprio robô ative o cooler sem a necessidade de intervenção humana e claro, uma pintura na estrutura.
Algumas imagens do veículo:
Nessa imagem é possivel ver a estrutura quase toda, na frente há as 4 pilhas que fazem a alimentação da ponte H responsavel pelo acionamento dos motores. Nessas fotos as rodas traseiras estão com uma tira de elástico que é para dificultar delas "patinarem", pois o piso estava encerado e estava dificil ele andar sem patinar, pois não há peso suficiente para forçar a estrutura contra o chão.
A imagem a cima mostra o pequeno cooler (retirado de um notebook antigo) preso sobre o dissipador da ponte H (dissipador da ponte norte do chipset de uma placa-mãe), o aquecimento é mínimo, mas em alguns casos o dissipador esquenta bastante sendo necessário o cooler. Ainda quero modificar a programação dele para dar maior segurança e autonomia em temperaturas mais baixas. 
Frente do veículo, ainda quero adicionar mais LEDs de alto brilho para iluminar mais, falta apenas os acabamentos na estrutura (lixar e pintar), mas isso é menos importante no momento.
 
Visão superior onde é possivel visualizar a CPU completa, o servo da direção (de azul), cooler da ponte H, modulo sem fio (caixa preta ao lado do cooler) e pilhas de alimentação.
Bom, fazia tempo que estava prometendo um vídeo do robô, então decidi fazer uma coisa: prendi minha máquina fotográfica no robô e coloquei ele para andar, de momento só dentro de casa, depois que a estrutura estiver pintada vamos para o pátio =)
Segue o vídeo:
Por enquanto é isso pessoal, um abraço e até a próxima.

Versão final do Software de controle do robô

Primeira postagem de 2012... vamos começar bem o ano, depois de muitas compilações e mudanças hoje terminei o software de controle do robô que montei, você deve estar se perguntando, "qual robô?" Pois eu tinha dois projetos em andamento o robô explorador com arma e um robô de demonstração, lembra?
A questão é que tive a idéia de montar um veiculo diferente construindo um chassi todo de palito de picolé! muito mais leve dando maior agilidade no veículo, mas precisava de peças, então, como os dois robôs não estavam prontos, desmontei eles e retirei as peças para montar esse novo, que na verdade parece um "carro de controle remoto" mas operado pelo computador.
No próximo post falarei do veículo, de momento vamos ao software, esta é a tela final dele:
Praticamente a mesma tela que tinha mostrado em um post anterior, a tela mudou pouco, mas o software em si melhorou, está mais rápido, mais leve e com menos linhas de código.
Além do controle de movimentos do veículo (frente, ré, esquerda e direita) o software me permite controlar o sistema de iluminação onde posso ligar e desligar os LEDs e também o controlar o cooler da Ponte H dos motores.
O veículo/robô pode ser controlado pela interface utilizando o mouse e pelo teclado (a melhor forma), onde:
Letra "W" -> move o robô para frente;
Letra "S" -> move o robô para trás;
Letra "D" -> gira o eixo da frente para a direita;
Letra "A" -> gia o eixo da frente para a esquerda;
Tecla ";" -> centraliza o eixo da frente;
Teclas "1" e "2" -> Ligam e desligam respectivamente o cooler da Ponte H;
Teclas "3" e "4" -> Ligam e desligam respectivamente os LEDs de iluminação.
Aqui uma tela da barra de status quando conectado:
Na forma como está o software de controle interno do robo (o software que faz ele funcionar - não o de controle do pc) eu não consegui fazer com que as rodas dianteiras voltassem para o centro sem que interferisse no movimento do robô, para que elas voltassem apenas quando eu quisesse, coloquei um botão "escondido" na interface do programa que é acessado apenas pela sua tecla de atalho ";" desta forma o controle é muito melhor e posso movimentar a qualquer momento as rodas do robô. 
Para fazer a transmissão dos dados do computador/Notebook/Netbook para o robô estou utilizando o módulo wireless que montei, você pode ler sobre ele nesse post.
Bom, por hoje é isso pessoal. Um abraço e até a próxima.