domingo, 19 de maio de 2013

Comparação das três plataformas de prototipagem mais comuns

Na postagem de hoje pessoal, vou fazer uma postagem baseado em uma postagem do blog Digital Diner, é uma comparação entre as 3 plataformas de desenvolvimento mais comuns atualmente, são elas: Arduino, BeagleBone e Raspberry Pi (imagem na ordem).
 Primeiramente vamos conhecer um pouco de cada uma: 
Arduino: Você leitor do blog que acompanha as postagens sabe que sou grande fã dessa plataforma, tenho 2 placas Arduino Duemilanove e uma placa Arduino Mega 2560 (que logo logo sai os projetos utilizando ela) os preços são bem acessiveis hoje (quando comprei a primeira duemilanove paguei muito caro) você pode acessar todas as posatgens sobre arduino no blog clicando aqui.
Raspberry Pi: Eu tenho o modelo B que possui duas portas USB e uma porta ethernet, você pode conferir um pouco sobre a placa nesse post que fiz aqui no blog. Os preços são bons, mas ainda deve-se ter cuidado ao comprar no Brasil, pois os preços aqui não são nada baratos na maioria das vezes.  Ainda não fiz muitas coisas com o Pi por falta de tempo e porque preciso dar uma organizada no layout da minha bancada para acomodar tudo. 
BeagleBone: Eu ainda não tenho uma dessas mas tenho muita vontade de adiquirir uma até o fim do ano, quero comprar uma BeagleBone Black principlamente por seu suporte ao Android e ao Ubuntu o problema é comprar uma no Brasil, a placa que custa $45 (cerca de R$90,00) lá fora, é vendida por cerca de R$230,00 aqui no país.
A seguir, um quadro comparativo, semelhante ao original publicado no blog Digital Diner mas com o modelo atual da BeagleBone (black) e com revisão na parte da comunicação do Arduino (rede e vídeo):
Bom, em relação ao post original algumas coisas mudaram, a exemplo dos preços, lá fora o Beaglebone custa cerca de $10 a mais que o Pi mas vem com cabo de rede e fonte de alimentação, aqui no Brasil não existem representantes oficiais então os preços são muito altos, muito altos mesmo, esses valores eu coloquei com base no Mercado Livre, pois na única loja que vende eles no país os preços são demasiadamente elevados (a Beagleboard sai por R$ 630,00!!)
No post original o Arduino não possui vídeo, mas como você pode ver nesse post (e continuando nesse) eu mostro como fazer o Arduino gerar o sinal de video RCA, outra coisa é que no post original não há conexão ethernet no Arduino, mas ele possui, não nativamente, basta adicionar um Shield ethernet (estou preparando uma postagem sobre isso).
Bom, após essas informações, qual plataforma você prefere?? Eu gosto muito do Arduino, mas é porque ainda não experimentei todo o potencial do Raspberry Pi, quem sabe eu mude de idéia futuramente.
Fontes:

domingo, 12 de maio de 2013

Conseguindo componentes sem custos

Bom pessoal, não adianta você ter ferramentas e conhecimento se na hora da montagem de alguma placa ou projeto você não possui os componentes necessários e precisar dar aquela ida em uma eletrônica comprar (ou pior, comprar pela internet e esperar o correio entregar), por isso que tenho em casa um grande estoque de peças e componentes, todos separados, organizados e disponiveis sempre que preciso. 
Então na postagem de hoje vou mostrar a vocês de onde retirar componentes eletronicos sem ter que comprar todos.
Primeiramente, a foto da ultima coleta que fiz (falta só guardar cada um no seu devido lugar):
Alguns motores CC Brushed de toca fitas, LEDs, capacitores, interruptores, soquetes para pilhas CR2032, porta fusivel, Display LED de 7 segmentos duplo (um desses no ML está por R$ 21,00) entre outros.
Como você pode ver, dá para economizar bastante, mas, onde encontrar cada componente? Vou fazer o seguinte, vou dizer o objeto e o que dá para retirar em maior quantidade dele.
Motherboards: As placas-mãe de computadores possuem grande quantidade de capacitores eletroliticos, em geral de grande capacitancias (1000uF, 2200uF, 3300uF,...) e tensões baixas (5V, 3.6V, 25V, etc) veja na imagem a seguir:
Você também consegue 1 soquete de pilha CR2032, pinos Macho, jumpers (nas antigas o número é maior), além dos conectores do painel traseiro que pode ser VGA, RCA, DB9, DB25, etc.
Fontes ATX: A função da fonte é converter os 110V/220V da entrada AC nas tensões de 3.3V, 5V e 12V e corrente continua, para isso são empregados diversos componentes que podem ser muito uteis, veja a imagem:
Como você pode ver, aqui há muitos capacitores, resistores, bobinas, fusivel (caso não esteja rompido), cooler 12V e claro, muitos fios que você também pode usar sem problemas.
Caixas de som de PC: normalmente "queima" o transformador que é 110V que transforma em 9V mais ou menos (dependendo do modelo), você tem 2 opções: consertar (adicionando uma fonte externa) ou retirar componentes, incluindo o CI TDA2822 que é o CI amplificador de audio.
Fontes de celulares/notebooks: São fontes que seguido estão dando problemas e as vezes o pessoal descarta mas o problema é só no conector, então, estão bons os componentes, como é uma fonte, capacitores, resistores e bobinas é que mais tem.
Rádios AM/FM: Dependendo do modelo, você pode conseguir coisas bem atuais como alto-falantes de boa qualidade, antena, display LCD ou LED (7 segmentos), além dos componentes mais comuns em todos os aparelhos eletronicos.
Toca fitas, drives de CD/DVD: Diferente dos outros, nesses dispositivos encontramos motores CC com escovas, além de LEDs e botões.
Bom pessoal, isso é só o começo, basta você abrir os equipamentos que você vai encontrar os componentes e na duvida procure pelo datasheet do mesmo e você não terá duvidas em saber para que ele serve, se não sabe onde procurar os datasheets, dê uma lida nesse post aqui do blog.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Ponte-h com L298N

Bom pessoal, hoje venho postar mais uma vez sobre ponte-h como havia feito nesse link, a diferença é que hoje vou postar o resultado de uma ponte-h que montei com o L298N em um circuito impresso (confeccionei a placa). 
Tudo começou com a idéia de montar uma ponte-h completa, com LEDs de indicação de sinal, dissipador no CI, saidas com diodos de proteção e capacitores cerâmicos para retirar interferencias causadas por motores, o resultado pode ser conferido a seguir:
O LED amarelo indica que a ponte-h está ligada, e o jumper do lado direito serve para selecionar quando a tensão de entrada for menor que 7V assim o caminho da corrente elétrica passa direto pelo jumper ignorando o regulador LM7805;
Há capacitores cerâmicos nas duas saídas onde o pino central deve estar ligado a parte externa do motor, assim todas as interferências causadas pelas escovas são dissipadas nos capacitores.

Por hoje é isso pessoal, um abraço e até a próxima.